26 de maio de 2022

Prefeitura retoma atividades coletivas do Centro de Convivência do Idoso

Por Assessoria da Prefeitura de Cruzeiro do Sul

Após um período de mais de dois anos sem receber o público alvo em maior quantidade, por motivo da pandemia, o Centro de Convivência do Idoso de Cruzeiro do Sul voltou a suas atividades normais nesta segunda-feira (02). No momento da reabertura da unidade para eventos coletivos, também foi apresentado o projeto Centro de Referência da Comunidade.

Durante todo período de pandemia, os servidores do centro não suspenderam o trabalho, mas se mantiveram apenas em atividades remotas. Com atendimento e acompanhamento dos idosos em casa e nas comunidades. Agora, com o baixo índice de casos de Covid 19, as atividades coletivas voltaram a ser desenvolvidas rotineiramente.

“Além de alimentação, enquanto eles está aqui, também envolvemos todos em atividades físicas, atividades em solo, as aeróbicas, os aparelhos hergométricos e a ginástica. Temos também as rodas de conversa, os grupos de convivência, os passeios e vamos retomar os bailes também”, anunciou a coordenadora da unidade, Graziela Ramos.

O centro de convivência tem quase 300 idosos cadastrados que participam das ações e são assistidos por uma rede de proteção que envolve, além da prefeitura, o Ministério Público, o Conselho Municipal do Idoso, o Centro de Referência em Assistência Social, as delegacias e outras instituições.

“Fico feliz demais em saber que o Centro de Convivência vai recomeçar, porque isso aqui é muito importante para os idosos que se sentem felizes ao participar das atividades”, ressaltou a coordenadora do Conselho do Idoso, Maria das Vitórias.

O município também passará a executar o projeto do Centro de Convivência da Comunidade que tem como objetivo fomentar a política de atendimento à pessoa idosa, principalmente, na proteção daqueles que sofrem violação dos seus direitos.

“Eu amo isso aqui. Eu danço, participo das atividades, sou bem recebida, bem tratada. Já estava achando ruim, pensando que não ia mais abrir, pois, por mim, já tinha sido aberto em janeiro, porque isso aqui é uma maravilha”, comemorou a aposentada Marlene Marçal.

“Sofremos muito com a pandemia, perdemos muitas vidas, enfrentamos muitos desafios. Mas, ver outra vez o centro do idoso funcionando, me deixa muito feliz”, pontuou o prefeito Zequinha Lima.

Related Articles