26 de maio de 2022

TSE reafirma segurança e sigilo no início da rodada de teste das urnas

Por Otávio Augusto, Gustavo Moreno, Metrópoles

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deu início a mais uma rodada de testes no sistema que será usado no pleito de outubro. Especialistas em tecnologia tentarão burlar as urnas eletrônicas. É mais uma forma de a Justiça Eleitoral comprovar a segurança do processo de votação.

Em meio a sucessivas críticas ao sistema eleitoral, o TSE reafirmou, nesta quarta-feira (11/5), a segurança da votação brasileira. “Nenhum dos planos de teste até agora conseguiu alterar destino do voto ou o sigilo”, garantiu Sandro Nunes Silveira, representante do tribunal.

A dinâmica dos testes, segundo a Corte Eleitoral, é de responsabilidade dos investigadores, e o TSE não interfere. “Eles montam o plano de trabalho de acordo com a intenção e fazem o passo a passo que determinaram. Todo o trabalho é exercido com autonomia pelos investigadores”, explicou Sandro.

O teste ocorre em meio a críticas do presidente Jair Bolsonaro (PL) ao sistema eleitoral. O chefe do Palácio do Planalto foi eleito, em 2018, com o mesmo sistema. Todavia, o mandatário passou a levantar suspeitas da confiabilidade das urnas e a fazer questionamentos ao TSE. As falas geraram desgaste entre o Executivo e a Justiça Eleitoral, com massivas trocas de acusações.

Related Articles